Para que serve o peeling químico?

Entenda para o que serve o Peeling Químico

Quando o assunto é peeling químico, é fundamental realizar o procedimento em uma clínica renomada, de confiança, com profissionais capacitados e produtos autorizados pela Anvisa.

Isso porque, se for aplicado de maneira incorreta, o peeling químico pode trazer diversos prejuízos para a pele, como manchas, queimaduras, infecções, entre outros problemas bem graves.

Trazendo um pouco de curiosidade para vocês, o peeling químico se originou no Egito antigo.

Eles utilizavam um ingrediente ativo do leite azedo com mel para realizar uma espécie de esfoliação química.

Já na idade média, o vinho era utilizado como produto de cuidado facial, no qual as mulheres obtinham o mesmo efeito da técnica egípcia, de esfoliação e hidratação da pele.

Com o passar do tempo, a técnica foi se desenvolvendo e, atualmente, os diferentes tipos de peelings químicos se tornaram ótimos aliados no tratamento da pele.

Entretanto, você sabe para o que serve esta técnica? Continue a leitura do artigo e fique por dentro do assunto!

Entenda para o que serve o peeling químico

O peeling químico é um tratamento versátil e oferece diversos benefícios.

Ele renova as células da pele através da descamação e promove o rejuvenescimento, como também o procedimento serve para:

  • Amenizar rugas e marcas de expressão;
  • Remover manchas, como a do Melasma;
  • É um grande aliado no tratamento de cravos, espinhas e acne;
  • Ajuda a controlar a oleosidade excessiva da face;
  • Hidrata a pele;
  • Melhora a elasticidade e os sinais do envelhecimento.

Além de oferecer muitas vantagens para a face, o peeling químico também pode ser utilizado no pescoço, colo e nas mãos.

Cuidados importantes com o peeling químico

Como já vimos em outros textos aqui do nosso blog, existem vários tipos de peeling químico.

Por isso, só após o paciente passar por uma avaliação profissional rigorosa será possível dizer qual peeling é o mais indicado para a sua pele e se esse é o tratamento ideal para o caso da pessoa.

Contudo, se o peeling for recomendado pelo profissional, o paciente precisará adquirir alguns cuidados pré e pós procedimento, pois é desta forma que a pessoa conseguirá conquistar o resultado desejado na pele.

Confira quais são eles:

Cuidados antes do procedimento

Antes de realizar o peeling químico a pessoa não pode se expor ao sol diretamente sem filtro solar.

Caso o paciente tenha alguma doença infecciosa, precisa contar ao profissional durante o preenchimento da ficha de anamnese.

Em caso de herpes, mesmo sem estar ativa, a pessoa necessitará realizar um tratamento antiviral, para que após o procedimento, o imunológico não baixe e a herpes se desenvolva em maior proporção.

Cuidados após o procedimento

Já após o peeling químico, o uso de boné, chapéu, luvas (caso a técnica seja realizada nas mãos) e protetor solar para peles sensíveis, são indispensáveis.

Sabonete neutro e produtos naturais à base de camomila ou outras ervas calmantes são indicadas.

O profissional também recomenda os produtos ideais para uso após o procedimento.

Também gostaríamos de ressaltar que a pessoa não pode, em hipótese alguma, puxar qualquer pele durante a descamação.

Isso pode resultar em manchas, infecção ou diferença na coloração da pele após a descamação se completar e a pele cicatrizar.

Agende seu horário com a Royal Face

Agora que você já sabe para o que serve o peeling químico e a importância de ter uma rotina de cuidados antes, durante e após o procedimento, que tal cuidar da sua pele?

A Royal Face é especialista em cuidados estéticos e tem uma equipe altamente capacitada para realizar o peeling químico e todos os outros procedimentos que oferecemos na clínica.

Portanto, agende agora mesmo uma avaliação gratuita conosco e faça uma análise completa da sua pele com um de nossos profissionais.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

logotipo royal face