Estrias vermelhas e estrias brancas: Entenda as diferenças e os estágios de desenvolvimento

Estrias vermelhas

Quando o assunto é cuidar da nossa pele, é essencial entender as diversas questões que podem surgir ao longo da vida.

Entre essas preocupações, as estrias frequentemente se destacam.

Elas podem aparecer em qualquer pessoa, em diferentes estágios de vida, e muitas vezes são motivo de incômodo.

Mas antes de entrar em pânico, é crucial compreender que as estrias não são todas iguais.

Elas podem variar em cores, tamanhos e até mesmo em seus estágios de desenvolvimento.

Hoje, vamos mergulhar fundo no mundo das estrias, focando nas diferenças entre as estrias vermelhas e brancas e explicando os estágios de desenvolvimento de cada uma delas.

Então, prepare-se para desvendar os segredos da sua pele!

Estrias vermelhas ou brancas
Estrias vermelhas ou brancas

Estrias: um problema comum, mas muitas vezes incompreendido

Antes de entrarmos nas diferenças entre estrias vermelhas e brancas, é importante entender o que são as estrias e por que elas se formam.

As estrias são, essencialmente, cicatrizes na pele.

Elas se desenvolvem quando a pele é esticada rapidamente além de sua capacidade elástica, fazendo com que as fibras de colágeno na camada média da pele se rompam.

Isso pode acontecer por uma série de razões, incluindo crescimento rápido durante a adolescência, ganho de peso, gravidez ou o uso de medicamentos como corticosteróides.

As estrias são mais comuns em áreas onde a pele é propensa a se esticar, como abdômen, coxas, quadris, seios e nádegas.

Mas, como mencionado anteriormente, nem todas as estrias são iguais.

Elas podem se apresentar de diferentes maneiras ao longo do tempo, e é isso que vamos explorar agora.

Estrias vermelhas: O começo da jornada

As estrias vermelhas, também conhecidas como estrias rubras, são o estágio inicial do desenvolvimento das estrias.

Elas são chamadas assim devido à sua cor vermelha ou roxa, que as torna bem visíveis na pele.

Mas por que elas têm essa coloração?

A cor vermelha das estrias é resultado da inflamação que ocorre quando as fibras de colágeno se rompem.

Nesta fase, as estrias ainda estão ativas e o processo de cicatrização está em andamento.

Portanto, é mais fácil tratar as estrias vermelhas do que as brancas, pois a pele ainda está se recuperando. 

Estrias brancas: Cicatrizes da pele

À medida que o tempo passa, as estrias vermelhas podem evoluir para estrias brancas.

Isso ocorre quando o processo inflamatório diminui, e a pele começa a se curar.

Com o tempo, e a finalização do processo inflamatório, resulta-se na perda da cor vermelha ou roxa e na aparência branca das estrias.

Estrias brancas são, essencialmente, cicatrizes permanentes na pele.

Isso significa que o colágeno danificado não pode ser totalmente restaurado à sua condição original.

No entanto, existem tratamentos que podem ajudar a melhorar sua aparência e textura.

Tratando estrias vermelhas e brancas
Tratando estrias vermelhas e brancas

Tratando estrias vermelhas e brancas

Agora que você entende a diferença entre estrias vermelhas e brancas, pode estar se perguntando: “Como posso tratar ou prevenir estrias?”, bem, você está no lugar certo!

Tratamento de estrias vermelhas:

As estrias vermelhas são mais responsivas aos tratamentos, uma vez que ainda estão em processo de cicatrização.

Aqui estão algumas opções de tratamento para estrias vermelhas:

  • Cremes e loções: Existem muitos produtos no mercado que contêm ingredientes como ácido glicólico, vitamina C e retinóides, que podem ajudar a melhorar a aparência das estrias vermelhas.
  • Microdermoabrasão: Este procedimento remove a camada superficial da pele, estimulando a produção de colágeno e promovendo a regeneração celular.
  • Microagulhamento: Também conhecido como terapia de indução de colágeno, o microagulhamento utiliza pequenas agulhas para perfurar a pele e promover a formação de colágeno.

Lembrando que sempre é importante consultar um profissional experiente e capacitado antes de iniciar qualquer tratamento.

Tratamento de estrias brancas

Embora as estrias brancas sejam mais desafiadoras de tratar, ainda há opções que podem melhorar sua aparência:

  • Microagulhamento: O microagulhamento também pode ser usado para estimular a produção de colágeno e melhorar a textura das estrias brancas.
  • Peelings químicos: Alguns peelings químicos podem ser eficazes na redução da aparência das estrias brancas.
  • Cremes e loções: Embora menos eficazes do que para as estrias vermelhas, produtos com ingredientes como ácido hialurônico e retinóides podem ajudar a hidratar e suavizar a pele.

Cuide das suas estrias com a Royal Face

Em resumo, as estrias são uma preocupação comum da pele, mas entender as diferenças entre estrias vermelhas e brancas é fundamental para escolher o tratamento certo.

Lembre-se de que, embora os tratamentos possam melhorar a aparência das estrias, é difícil eliminá-las completamente.

Agora que você está mais informado sobre estrias, é hora de dar um passo em direção ao cuidado da sua pele.

A Royal Face oferece uma variedade de tratamentos para estrias, realizados por profissionais experientes em estética.

Não deixe que as estrias afetem sua autoestima – agende uma consulta avaliativa gratuita na Royal Face e dê um passo em direção a uma pele mais saudável e bonita!

Cuide de você e da sua pele com a ajuda dos especialistas da Royal Face.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

logotipo royal face